InovaJab contribui para o desenvolvimento do Arranjo produtivo local do agronegócio

No dia primeiro de junho de 1966, a cidade de Jaboticabal comemorava o início de uma trajetória de sucesso, associada ao desenvolvimento no ensino, na pesquisa e na extensão com a fundação da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Hoje, 54 anos depois, a cidade mais uma vez comemora um importante passo no desenvolvimento econômico e social, ao ser reconhecida pelo governo do Estado de São Paulo como Arranjo Produtivo Local (APL) do Agronegócio.

Desde sua colonização em meados do século XIX até os dias atuais, a microrregião de Jaboticabal sempre esteve em destaque no agronegócio. Foi referência na cultura do café e após uma forte crise no setor, iniciou a produção e beneficiamento da cana-de-açúcar, junto aos os pomares de citros e também a produção de grãos. Além disso, hoje Jaboticabal é reconhecida como Capital Estadual do Amendoim, devido a expressividade da cultura em sistemas de reformas em canaviais e ao nível de organização do setor na região.

O Arranjo Produtivo Local (APL), por definição, é um conjunto de agentes de natureza diversa, que participam das tarefas principais de uma aglomeração produtiva (empresas produtoras e fornecedoras específicas, centros de pesquisa, agentes do governo, instituições do terceiro setor e universidades), que tenham uma governança e evidenciem relações de cooperação, trocas e aprendizado constantes em um determinado território. 

O objetivo da criação e fomento aos APLs é desenvolver as cadeias produtivas, aumentar a competitividade das micro, pequenas e médias empresas, estimular o empreendedorismo, baseado na interação e na cooperação, descentralizar o desenvolvimento produtivo para fortalecer a economia regional e fomentar projetos de desenvolvimento produtivo nos APLs paulistas. Dentre as vantagens de ser um APL reconhecido, está o acesso às políticas de fortalecimento dos APLs, participação em editais de fomento promovidos pela SDE, acesso a linhas de crédito específicas para as empresas inseridas em APLs e possibilidade de participação em editais e demais projetos promovidos por entidades parceiras do estado.

O reconhecimento de Jaboticabal como APL só foi possível devido a um dispendioso trabalho que já vinha sendo realizado há alguns anos por grandes interlocutores públicos e privados da região, além do apoio organizacional das duas incubadoras do município, a INOVAJAB, apoiada pela UNESP/FCAV, e Incubadora Empresarial do Município de Jaboticabal. Ações políticas também se somam ao suporte deste ambiente, como a participação do ITJ – Instituto Tecnológico de Jaboticabal e da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Turismo, que trabalham na proposição de leis, estabelecimento de áreas para implementação industrial e em projetos que auxiliam o desenvolvimento econômico da região.

Se você pertence a este ecossistema acompanhe mais notícias pelo nosso site e mídias sociais e vamos juntos construir um futuro mais colaborativo repleto de oportunidades para o desenvolvimento do agronegócio em Jaboticabal, no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário